Oh, Deuses!



Lendo a Bíblia, encontram-se muitas referências, diretas ou indiretas, a outros deuses.

Mas, que deuses são esses? Quais as concorrências religiosas de cada época?


Deuses do Pentateuco


O Museu do Louvre tem uma sala dedicada a Ápis.


Ele os recebeu e os fundiu, transformando tudo num ídolo, que modelou com uma ferramenta própria, dando-lhe a forma de um bezerro. Então disseram: "Eis aí os seus deuses, ó Israel, que tiraram vocês do Egito! "
(Êxodo 32:4)







Provavelmente, esse bezerro de ouro era Ápis. O deus egípcio que se encarnava em um boi. Os egípcios escolhiam um boi perfeito, de acordo com características específicas. Esse boi era mantido em um lugar sagrado e as pessoas iam lá se consultar com o boi. Isso mesmo. Elas faziam perguntas sobre a vida delas e um sacerdote interpretava as respostas de acordo com o movimento bovino.



Deus(a) Serpente - O(A) Senhor(a) da Boa Árvore.

 E disse o Senhor a Moisés: Faze-te uma serpente ardente, e põe-na sobre uma haste; e será que viverá todo o que, tendo sido picado, olhar para ela.
(Números 21:8)







Os cristãos interpretam essa passagem, normalmente, como uma antecipação de Jesus Cristo. Pois, segundo a teologia cristã, ele também foi pendurado em uma cruz e todos aqueles que olham para ele são salvos e curados. 


Porém, essa passagem também pode ser uma influência do deus cobra sumério Ningishzida, também conhecido como “o senhor da boa árvore”. Isso também retoma ao Gênesis e a expulsão do Paraíso. Devido ao nosso pouco conhecimento da língua suméria, não sabemos se era um deus ou uma deusa. Mas sabemos que essa divindade é, na mitologia, ancestral direto do herói Gilgamesh.


Deuses dos Livros Históricos


Entre os livros citados nesse período, destacam-se Baal Berith, Belzebu, Baruk e Lamassu.


Baal é um título honorífico que significa “senhor”. Vários deuses diferentes são chamados Baal (ou Baalains, isto é, senhores) pela Bíblia. São tantos e de tantas culturas diferentes, que é até difícil definir se para cada cultura, aquele era um deus único ou eram vários. 


O Baal mais citado na Bíblia é Baal Berith, o deus dos cananeus. Citado, principalmente, em Juízes e Josué.


Recentemente, os fundamentalistas do Estado Islâmico destruíram um templo de Baal Shamin na Síria. Não tenho nem palavras para expressar a dor dessa perda para a História da Humanidade. Lamentável.


A Bíblia influenciando mais um Nobel.
Outro Baal famoso é Belzebu, “o senhor da moscas”. Provalvemente este é o nome que os judeus deram ao deus filisteu Ekron. 


A cultura bíblica influenciou muitos escritores que ganharam o Nobel de Literatura. Impossível não mencionar o livro clássico, O Senhor das Moscas do Nobel inglês William Golding. Uma história forte que também virou filme.


Muitos cristãos modernos se referem a Baal e Belzebu como sinônimo de demônio. 



Estátua de Marduk (lateral)

Marduk, além de ser o nome de uma banda de heavy metal, também é outro deus boi. Mas, dessa vez, babilônico. Ele é citado nos livros de Isaías, Jeremias e II Reis, ou seja, nos livros escritos durante o período que a Babilônia dominou e destruiu Jerusalém.


Deuses Livros Proféticos


Além dos deuses citados anteriormente, no livro profético de Ezequiel, existe uma provável alusão ao deus mesopotâmico Lamassu. Esse é um deus esfinge alada com cabeça humana. Também é possível encontrar uma referência a esse deus no livro de Apocalipse. 


E a semelhança dos seus rostos era como o rosto de homem; e do lado direito todos os quatro tinham rosto de leão, e do lado esquerdo todos os quatro tinham rosto de boi; e também tinham rosto de águia todos os quatro.
(Ezequiel 1:10)

Lamassu, deus mesopotâmico.


E o primeiro animal era semelhante a um leão, e o segundo animal semelhante a um bezerro, e tinha o terceiro animal o rosto como de homem, e o quarto animal era semelhante a uma águia voando.
(Apocalipse 4:7)


Enquanto isso, na Literatura Brasileira...


Um dos escritores mais criativos e, ao mesmo tempo, satírico com a Bíblia é Moacyr Scliar. Sua leitura, às vezes, me faz rolar de rir. Ele tem um livro que brinca com deuses bíblicos... Os Deuses de Raquel.





E havendo Labão ido a tosquiar as suas ovelhas, furtou Raquel os deuses que seu pai tinha. 
(Gênesis 31:19)





Bom fim de semana a todos! Boa leitura!


Comentários

POSTS MAIS LIDOS

Psicologia Feminina: A Necessidade Neurótica de Amor

A Personalidade Neurótica de Nosso Tempo - Karen Horney

Éramos Seis, Irene Ravache, Moçambique e Angola

O Caminho dos Justos – Moshe Chaim Luzzatto

A SIMETRIA OCULTA DO AMOR - BERT HELLINGER

Daniela e os Invasores - Dinah Silveira de Queiroz

"Sei que muitas vezes eu mesmo fui um obstáculo no meu caminho, mas isso acabou"

Diamante banhado em sangue, a história do Estrela do Sul

Como acabei perdendo meu coração - Doris Lessing (Nobel de Literatura em 2007)