Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

INQUISIÇÃO NO BRASIL E NO MÉXICO: DIFERENÇAS E SEMELHANÇAS

Imagem
No post anterior, acompanhamos a vida da freira mexicana Juana Inés que foi perseguida pela Inquisição por discordar publicamente de um dos sermões do padre Antônio Vieira. Curiosamente o próprio padre Antônio Vieira também foi julgado pela Inquisição e também passou muito perto de arder numa fogueira. No caso dele, foi porque padre Antônio Vieira defendia incessantemente o direito dos índios brasileiros, combatendo sua escravidão e pregando o cristianismo para eles. Além disso, padre Antônio Vieira se manifestou publicamente a favor dos judeus e de que a Corte Portuguesa não fizesse distinção entre cristãos-novos (judeus convertidos à força ao cristianismo) e cristãos-velhos.
Mas, como o mesmo movimento chamado “Inquisição” pode ter perseguido os dois lados de uma discussão teológica? De onde surgiu esse movimento? Ele era igual no Brasil e no México? Era do jeito que a série da Netflix mostra? Para responder essas questões, estou me baseando nas Revistas de História da Biblioteca Na…

JUANA INÉS: A PRIMEIRA FEMINISTA DAS AMÉRICAS

Imagem
Sóror Juana Inés de la Cruz nasceu numa pequena cidade do interior do México em 1651 e se tornou uma freira, poetisa e dramaturga internacionalmente conhecida (mesmo em vida). Ela é considera a última grande escritora do Século de Ouro da Literatura Espanhola.
Existe uma série chamada Juana Inês (sete capítulos de 50 minutos) na NetFlix sobre a vida dela. Seus escritos, assim como o da escritora Gabriela Mistral, são pouco traduzidos para o português. É lamentável o fato de traduzirmos tão poucas escritoras. Mas curiosamente a biografia dela, escrita por Octavio Paz (Nobel de Literatura mexicano), foi traduzida em 1998, chama-se Sóror Juana Inés de la Cruz: As Armadilhas da Fé. O preço infelizmente é pouco acessível para não colecionares.


A INFÂNCIA DE JUANA INÉS
Segundo a série, Juana Inés era a filha bastarda de um nobre. Por causa disso, ela jamais poderia se casar, pois as famílias só permitiam que os casamentos “legítimos” ocorressem se a noiva também fosse filha de pais unidos em …

E SE A ÁFRICA NÃO PRECISAR DA NOSSA AJUDA?

Imagem
Estou planejando uma viagem para Moçambique e África do Sul. Ao comentar isso com colegas, recebi comentários como “Por que você não faz um serviço voluntário?”, “Tem uma ONG com um ator famoso que faz trabalho voluntário em Moçambique”. No momento, achei o comentário natural. Depois, mais tarde, em casa, refleti o assunto e achei que não fazia sentido nenhum e podia até demonstrar uma certa presunção da nossa parte: “Ajuda externa é realmente ajuda?”, “Quem foi que disse que nós estamos em condição de ajudar Moçambique?

Começando pela primeira pergunta: “Ajuda externa realmente ajuda?”. Em casos de guerras e catástrofes naturais, onde as pessoas estão em estado crítico e precisam de ajuda imediata e, nesse caso, sim, qualquer ajuda é válida. Mas Moçambique não está passando por nenhum evento assim.
Moçambique é um país no sul da África (banhado pelo Oceano Índico), cuja língua oficial é o português e tem mais de 24 milhões habitantes, a maioria são povos de origem bantu. Sua capital é…

ONASSIS E A NOSSA INCAPACIDADE DE VER O MAR!

Imagem
A pirataria da Somália já foi apontada como um dos melhores modelos de negócio do mundo. Mais ou menos na mesma época, havia 544 marinheiros (de diferentes nacionalidades) sequestrados por esses piratas. Um exemplo é retratado no filme Capitão Phillips ( de 2013, com Tom Hanks). A maioria deles trabalhava em navios com bandeira de conveniências.


O QUE É UMA BANDEIRA DE CONVENIÊNCIA?
As operadoras de transporte de carga simplesmente compram o direito de usar uma bandeira de um país que não tenha uma legislação ambiental ou trabalhista. Assim, quando ocorre algum desastre ambiental ou quando um funcionário é sequestrado por piratas e está sendo torturado, a empresa simplesmente não precisa fazer nada. Uma vez eu li em algum lugar, que algumas empresas que prestam serviço para a Petrobrás usam a bandeira da Libéria, porque esse país não tem legislação ambiental. Possivelmente, o grande “gênio” a inventar isso foi o armador grego Alexandre Onassis.
MAS O QUE É UM ARMADOR?
Armador, em marinh…