Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

Como acabei perdendo meu coração - Doris Lessing (Nobel de Literatura em 2007)

Imagem
A autora...
Doris Lessing nasceu Doris May Tayler em 1919, na Pérsia, atual Irã. Seus pais eram britânicos, de quem ela herdou a cidadania. Seu pai era um veterano da Primeira Guerra e foi para lá trabalhando no Banco Imperial da Pérsia, sua mãe era enfermeira.
Quando Doris tinha 8 anos, seus pais decidiram se mudar para a Rodésia (atual Zimbábue) para tentar um empreendimento agrícola que não deu certo. Lá eles a colocaram num colégio de freiras, mas Doris abandonou a educação formal aos 14 anos e passou a viver de trabalhos free-lancer, entre eles, como escritora.
Aos 18, em 1937, Doris se casou com um jovem operador de telefone, com quem teve um casal de filhos.  Ela se divorciou 5 anos depois. Aos 26, ela conheceu o ativista político, exilado por ser judeu alemão, Gottfried Lessing, com quem permaneceu casada por 3 anos e teve um filho.
Aos 30, após dois divórcios, ela se mudou para a Inglaterra, deixando os dois filhos do primeiro casamento na África do Sul e levando o filho mais nov…

Os judeus que construíram o Brasil

Imagem
Os judeus provavelmente chegaram em 70 d. C.1 em Portugal e lá viveram por mais de mil e quinhentos anos. Na Idade Média, os muçulmanos invadiram a Península Ibérica (atual Portugal e Espanha) e instalaram um regime de governo chamado califado.2

Segundo as autoras do livro Os judeus que construíram o Brasil, os muçulmanos permitiam a liberdade religiosa. Durante vários séculos, a península foi um lugar onde as três grandes religiões monoteístas (islamismo, judaísmo e cristianismo) conviveram pacificamente. Durante o Califado de Córdoba (século X e XI), as comunidades judaicas alcançaram seu maior esplendor. Nesse período, viveu o grande mestre Maimônides4, considerado um dos maiores rabinos de todos os tempos. O autor brasileiro Moacyr Scliar afirma que o sobrenome brasileiro Mendes pode significar “aquele que descende de Maimônides.”5 Entre os possíveis judeus, há inclusive Cristóvão Colombo.6
A situação mudou drasticamente quando a Espanha conseguiu expulsar os muçulmanos (também cham…

Virgínia Woolf Essencial

Imagem
Nascida Adeline Virgínia Stephen em 1882, Virgínia Woolf foi uma escritora, ensaísta e editora britânica. Adotou o sobre nome Woolf, após casar-se com o intelectual judeu Leonard Woolf. O pai de Virgínia também era um editor consagrado, desde jovem, ela já manifestou raro talento literário. Ela enfrentou vários problemas mentais e crises esquizofrênicas durante toda vida, que culminaram no seu suicídio em 1941. Coincidentemente seu marido morreu alguns meses depois, vítima de um derrame.
É muito citado o fato de Virgínia Woolf tentar ler um livro em uma biblioteca universitária, em 1929, e ser impedida, porque mulheres eram  proibidas de ler em universidades na época. Indignada, ela voltou para casa e escreveu o ensaio Um Teto Todo Seu. A frase mais famosa deste livro é “Uma mulher deve ter dinheiro e um teto todo seu, se ela quiser escrever ficção”. Virgínia era bissexual e manteve vários casos também com mulheres. Talvez por causa disso, ela seja considerada uma leitura “feminista”. …

Complexo de Cinderela - Colette Dowling

Imagem
Falaremos de outros livros no tempo devido (“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu”. Eclesiastes 3:1), começamos agora por Complexo de Cinderela.

Complexo de Cinderela já foi considerado um livro feminista. A autora, uma jornalista norte-americana, se casou na juventude, teve vários filhos. Mas seu marido apresentou problemas mentais graves. Ele morreu após várias crises, deixando ela e as crianças sozinhos. Colette assumiu bravamente o sustento da casa e conseguiu prover todos com seu trabalho. Até que, alguns anos depois, ela se casou novamente. Um ano depois de casada, ela se viu deixando todo o trabalho do sustento da casa nas costas de seu marido. Colette, aos poucos, foi deixando de trabalhar, de ser forte e independente, como costumava ser. Ela percebeu que as mulheres podem trazer em si um desejo (não assumido) de serem salvas, de serem protegidas da vida adulta, de suas angustias e ansiedades, por um outro, um homem Assim como o Prínc…