O Hobbit de J.R.R. Tolkien

    Acabo de ler O Hobbit de J.R.R. Tolkien. O que dizer de uma consagrada de um autor também consagrado que gerou três filmes? 

       Este livro foi um empréstimo de um amigo. Acreditem se puder, eu nunca tinha lido Tolkien antes. Gostei muitíssimo. É um livro infanto-juvenil que tem características para agradar a todas as idades. Ele usa os arquétipos da psicologia humana que o torna interessante para todas as culturas.

     Surpreende o fato de o livro ser tão diferente do filme. Bem melhor, diga-se de passagem.

  Tolkien elaborou bem os personagens, mitológicos e humanos, além de todo um  rico cenário mitológico. Sua narrativa é cheia de humor, com um narrador que conversa com o leitor. 

  Todas as vezes que ele interrompe a narrativa para comentar coisas como "e isso que acontece quando se conversa com dragões", eu imaginava ele narrando a história para os filhos. Eu tinha a impressão que ele "testou" os comentários que faziam mais efeito quando ele contava para as crianças. Não dá para chegar nessa técnica apurada sozinho.

   O Hobbit em si é um mito do herói . Os hobbits são seres tradicionalmente pacíficos e conservadores, que não gostam de aventuras, e Bilbo Bolseiro, o protagonista, se orgulha de sua reputação de hobbit. Até que um dia o mago Gandalf e uma turba de anões batem em sua porta, obrigando-o a embarcar numa aventura que mudará sua vida para sempre.

 A psicologia junguiana pode tirar várias interpretações dessa obra. Pois ela é  de um material simbólico riquíssimo. Descobri que  o blog Lâmina e Coração já fez esse detalhamento (e fez bem), quem se interessar pode acessar o link. 

 Além disso, quem realmente quiser saber mais sobre o assunto existe um livro (em inglês) dedicado só a interpretar O Hobbit de acordo com a psicologia junguiana, chama-se The Individuated Hobbit: Jung, Tolkien and the Archetypes of Middle-Earth



Bem, pessoal, por enquanto é isso. Até nosso próximo encontro quarta-feira. Boa semana a todos!

Por favor, sintam-se à vontade para comentar suas experiências lendo Tolkien. 

Comentários

POSTS MAIS LIDOS

Psicologia Feminina: A Necessidade Neurótica de Amor

A Personalidade Neurótica de Nosso Tempo - Karen Horney

Éramos Seis, Irene Ravache, Moçambique e Angola

O Caminho dos Justos – Moshe Chaim Luzzatto

A SIMETRIA OCULTA DO AMOR - BERT HELLINGER

Daniela e os Invasores - Dinah Silveira de Queiroz

"Sei que muitas vezes eu mesmo fui um obstáculo no meu caminho, mas isso acabou"

Diamante banhado em sangue, a história do Estrela do Sul

Como acabei perdendo meu coração - Doris Lessing (Nobel de Literatura em 2007)