Voltamos! Livraria Sá da Costa em Lisboa: Recomendo!

 Julho e agosto foram meses de muitos livros. Recebi doações. E viajei para Europa, onde comprei mais livros. No total foram quase 20, além de muitos passeios e conversas literárias.

 Começando por Lisboa e pela livraria, editora e sebo Sá da Costa. Um estabelecimento histórico de Portugal, próxima à praça Fernando Pessoa. 

Livraria Sá da Costa

 A Livraria Sá da Costa pediu falência em 2013, quando completava um século exato de funcionamento. Após muitos protestos de intelectuais portugueses, ela foi reaberta pelo livreiro Pedro Castro e Silva, com apoio governamental.

 Tive a honra de conversar com Pedro, uma pessoa muito culta e simpática. Foi a conversa mais interessante que tive em Lisboa. Ele me explicou muita coisa sobre a História de Portugal e me recomendou livros. Valeu muito a pena, mas saí da livraria endividada....Hahahaha.

 As minhas aquisições já é assunto pra outros posts...Encerro com uma homenagem a Portugal. O poema Autopsicografia do grande poeta lusitano, Fernando Pessoa:

O poeta é um fingidor.
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente.

E os que leem o que escreve,
Na dor lida sentem bem,
Não as duas que ele teve,
Mas só a que eles não têm.

E assim nas calhas de roda
Gira, a entreter a razão,
Esse comboio de corda
Que se chama coração.


Fernando Pessoa e eu.

Boa semana a todos!



Comentários

POSTS MAIS LIDOS

Psicologia Feminina: A Necessidade Neurótica de Amor

A Personalidade Neurótica de Nosso Tempo - Karen Horney

Éramos Seis, Irene Ravache, Moçambique e Angola

O Caminho dos Justos – Moshe Chaim Luzzatto

A SIMETRIA OCULTA DO AMOR - BERT HELLINGER

Daniela e os Invasores - Dinah Silveira de Queiroz

"Sei que muitas vezes eu mesmo fui um obstáculo no meu caminho, mas isso acabou"

Diamante banhado em sangue, a história do Estrela do Sul

Como acabei perdendo meu coração - Doris Lessing (Nobel de Literatura em 2007)